Terapia Existencial | Grupo de estudos

O grupo de estudos em Terapia Existencial pretende abordar algumas das características fundamentais desta vertente de psicoterapia, destacando seus diferenciais na relação terapêutica.

A terapia existencial encara a existência de maneira singular, em suas peculiaridades e em constante transformação. Entende que cada pessoa experiencia a vida a partir de suas vivências e afetos em relação com o mundo e com as outras pessoas, fazendo escolhas a todo momento.

Neste grupo de estudos vamos conversar sobre uma introdução à terapia existencial, destacando algumas das características específicas desta perspectiva terapêutica, como o papel do terapeuta e sobre como acontece a relação terapêutica.

Todos os encontros acontecem online de acordo com as datas e horários descritos abaixo. Os encontros são abertos para a troca de ideias e questões. Cada encontro é gravado, e a gravação é disponibilizada para quem não puder participar no dia e horário agendado.

Datas e temas:

08/Out: Terapia Existencial
22/Out: Características da terapia
05/Nov: Papel do terapeuta
19/Nov: Relação terapêutica
(aos sábados, quinzenal)

Horário e valor:

Horário: 15h às 16h (fuso horário de Brasília).
Inscrição: R$ 50,00 por mês (dois encontros) ou R$ 90,00 (todos os encontros).



Condutor:

Bruno Carrasco, professor de filosofia e psicologia, terapeuta, graduado em psicologia, licenciado em filosofia e pedagogia, pós-graduado em psicoterapia fenomenológico existencial, ensino de filosofia e aconselhamento filosófico.

Formato:

O grupo de estudos acontece online, por meio de videoconferência via Google Meet, onde é possível participar por vídeo ou áudio. Em cada encontro é utilizado um texto como referência, enviado previamente via e-mail pelo condutor do grupo. O grupo é um espaço aberto para troca de entendimentos e perspectivas entre os participantes, não há necessidade de conhecimentos prévios para a participação.

Referências:

ERTHAL, Tereza C. Saldanha. Uma abordagem em psicoterapia: a psicoterapia vivencial. Em: Terapia Vivencial: Uma abordagem existencial em psicoterapia. Petrópolis: Vozes, 1989.
GIOVANETTI, José Paulo. A relação terapêutica na perspectiva fenomenológico-existencial. Belo Horizonte, Texto mimeografado, 2007, 14 p.
POMPEIA, João Augusto. Uma caracterização da psicoterapia. Em: Revista Daseinsanalyse. São Paulo: Associação Brasileira de Daseinsanalyse, n.9, p. 19-30, dez. 2000.
TEIXEIRA, José A. Carvalho. Introdução à psicoterapia existencial. Aná. Psicológica, Lisboa,  v. 24, n. 3, p. 289-309, jul. 2006.

Observação:

Após a inscrição você receberá em seu e-mail um link de convite para os encontros online. Basta clicar no link para acessar o grupo no dia e horário combinado. Se tiver dúvidas, entre em contato.

buttons=(Aceitar !) days=(60)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ler mais
Accept !